Florença em dois dias

Florença em dois dias

Montamos um roteiro para facilitar sua visita a Florença, assim você poderá conhecer os lugares mais importantes e irá curtir a cidade ao máximo

Para preparar o roteiro, pensamos que você chegaria a Florença em uma sexta à tarde e ficaria até domingo. Se a sua viagem for em outros dias da semana, o melhor é que você confira os horários de abertura dos museus porque eles podem variar

Dia de chegada

Se você chegar a Florença à tarde, você não terá tempo para visitar muitas coisas, por isso o mais recomendável é aproveitar a tarde para conhecer algumas das zonas com mais encanto do centro da cidade.

Depois de deixar as malas no hotel, vá à Piazza del Duomo, centro civil e religioso da cidade onde você poderá ver uma bela imagem que parece ter saído de um cartão postal: a Catedral, o Campanile de Giotto e o Battistero di San Giovanni formam uma das imagens mais famosas de Florença.

Depois, pegue a Vía de Pecori e gire à esquerda pela Vía De Brunelleschi até chegar na Praça da República, uma das praças mais importantes da cidade, além de ser a maior. Depois de fazer algumas fotos na praça ou tomar alguma coisa em uma das suas cafeterias, pegue a Vía Pellicceria até chegar na Fontana del Porcellino, onde você deve tocar o famoso javali de bronze para garantir seu retorno a Florença.

Através da Vía Porta Rossa, você chegará a outra das praças mais emblemáticas, a Piazza della Signoria, um dos lugares mais animados da cidade.

Deixando a praça para trás, cruzando a Piazzale degli Uffizi, você chegará ao rio Arno, sobre o qual poderá contemplar a maravilhosa Ponte Vecchio, provavelmente o lugar mais romântico de Florença.

O roteiro do primeiro dia termina aqui pois amanhã começaremos cedo.

Primeiro dia

O dia começa por volta das 9:00 horas em um dos museus mais importantes da cidade, a Galleria dell’Accademia, lar do conhecidíssimo David de Michelangelo.

Depois de apreciar as belas esculturas do museu, pegue a Vía Ricasoli até chegar aos pés da Catedral de Florença, mais conhecida como Duomo, onde você poderá subir na cúpula para ver as belas pinturas de Brunelleschi.

Antes de sair da Praça do Duomo, não deixe de ver o Battistero di San Giovanni para ver as chamativas Portas do Paraíso, embora não seja necessário entrar. Vamos agora para a Vía dell’Oriuolo, depois vire na Vía Giuseppe Verd para chegar na Igreja de Santa Croce, uma impressionante construção que faz dela a maior igreja franciscana do mundo. No seu interior há impressionantes tumbas.

Pode ser um bom momento para descansar e comer algo antes de ir à Galeria Uffizi, uma das pinacotecas mais importantes do mundo. Depois de admirar as obras de alguns gênios como Botticelli, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael ou Tiziano, você pode pegar o resto da tarde livre para percorrer as zonas da cidade que mais gostou.

Segundo dia

Para aproveitar ao máximo seu último dia em Florença, você deveria chegar às 10 da manhã no Palazzo Vecchio, que antigamente foi a residência e lugar de trabalho da corte de Florença. Seu interior é espetacular e vale a pena.

Ao sair do palácio, atravesse a Piazzale degli Uffizi até chegar à margem do rio e cruze pela Ponte Vecchio. Se você tiver vontade de caminhar, pode subir até a Piazzale Michelangelo a pé, embora o mais recomendado seja pegar os ônibus 22 ou 23.

Depois de curtir a impressionante vista da cidade da Praça Michelangelo, desça caminhando até a Ponte Vecchio (a descida é muito mais fácil!) e escolha uma das duas opções que te damos: Pegar a Via Lungarno Generale Armando Días e, girando à esquerda, na Vía dei Leioni, você chegará ao Museu Nacional do Bargello, o lugar perfeito para contemplar esculturas italianas dos séculos XIV a XVI; ou então caminhar pela margem do rio até a Ponte alla Carraia, onde você pegará a Vía dei Fossi até chegar à Igreja Santa Maria Novella, um colorido templo que vale a pena visitar se você tiver tempo suficiente.

Se você tiver que ir embora, o mais normal é que não te dê tempo de ver mais lugares.

Mais de 2 dias em Florença?

Se você tiver mais tempo na cidade, nossa recomendação seria visitar algum dos lugares próximos. Pisa, Siena, San Gimignano, Chianti, Assis ou CInque Terre são lugares incríveis que valem a visita. Para conhecê-los, você pode contratar um tour com guia que fale português ou ir por conta própria alugando um carro

Outras visitas na cidade

Se depois de seguir o nosso itinerário você tiver mais tempo, Florença tem muitos outros lugares interessantes, como os Jardins de Boboli, o Museo dell’Opera del Duomo ou o Museu Galileu de História da Ciência